Câmara Municipal de Ubá: Moção pelo falecimento do Radialista Adão Miguel Nogueira

Câmara Municipal de Ubá: Moção pelo falecimento do Radialista Adão Miguel Nogueira

Durante a reunião ordinária da Câmara Municipal de Ubá, desta segunda, 27 de novembro de 2023, o Presidente da casa do legislativo, Vereador José Roberto Filgueiras, fez uma Moção pelo falecimento do senhor Adão Miguel Nogueira.

 

“Eu não conheci pessoalmente o Adão, mas conheci a voz dele. O meu pai, quando ia trabalhar de manhã, todo dia às 5 horas da manhã, ligava o rádio, a gente acordava com a voz dele nos programas de rádio. A Rádio Ubaense fez uma homenagem a ele, e mostrando o quanto ele gostava do que fazia. E aí foi perguntado como que surgiu esse amor nele pelo rádio. Ele contou na entrevista que o pai dele, como ele era deficiente, o pai dele colocava ele num carrinho, levava ele para a roça e para ele ficar entretido lá, colocava o rádio para ele, ele ligava o rádio, ele ouvia no rádio, e foi interagindo, foi gostando, e aí ele conta que veio um circo para cá, uma tourada, e ele teve a oportunidade de ir fazer uma participação e aí convidaram ele para ir no rádio fazer um teste. Daí começou toda a trajetória dele, que os mais antigos conhecem. Então fiquei admirado com a história dele e entrei com essa emoção de pesar. Além disso, além de ser um radialista, um comunicador conhecido na cidade, foi vereador dessa casa e eu tenho certeza que deixou seu legado contribuindo muito para o progresso de Ubá. Então fica aqui registrado a nossa homenagem também a Adão Miguel Nogueira, que vai deixar a saudade”. Declarou o Presidente da Câmara Municipal de Ubá, Vereador José Roberto Reis Filgueiras

 Adão Miguel Nogueira nasceu na fazenda do Amianto, comunidade do Córrego dos Mendes, município de Rio Pomba em 29 de agosto de 1940. Seus pais eram José Miguel Nogueira e Jordelina Januário Nogueira. Adão Miguel morreu dia 25 de novembro, aos 83 anos.

Descobriu sua vocação para o rádio, aos 18 anos, quando apareceu o circo Tourada Silva, perto de sua casa, no bairro Laurindo de Castro, quando, juntamente com o João Vaz, brincava de locutor, anunciando o espetáculo.

Iniciou as atvidades na rádio ubaense ainda muito novo, jovem, na faixa de 16 anos, com o apoio da Zilda, esposa do Maninho da Drogaria Globo, começou a trabalhar como operador, no programa Canta Brasil, em 16 de junho de 1959, tendo trabalhado nesta rádio pioneira da região durante 42 anos.

Quando o Sistema Multisson adquiriu a rádio em 1985, apresentava o programa matinal Ranchinho do Nogueira que, depois da padronização dos programas, passou a apresentar o programa Brasil Caboclo, nas manhãs de domingo, recordista em recebimento de cartas, provenientes de todas as localidades rurais da nossa região. Começou como locutor em 1959, tendo apresentado os programas Canta Brasil, Sinfonias Tropicais e Quando Canta o Trovador, quando executava muito músicas de Nelson Gonçalves, Gilberto Alves, Orlando Silva, Carlos Galhardo, Silvio Caldas e outros.

Se transformou num dos maiores locutores da música sertaneja do Brasil. Iniciou um programa chamado Crepúsculo Sertanejo que foi o primeiro programa sertanejo de Minas Gerais, de música de raiz. Ele revelou que em Ubá lançou na região: Chitãozinho e Xororó, Milionário e José Rico, Trio parada Dura, entre outros artistas importantes da música popular brasileira.

Foi homenageado pela Continental, Roquette Pinto, considerado um dos melhores locutores de música sertaneja do país. Ele fez uma história no rádio uma das mais significativas ao longo de 50 anos de carreira.

Adão foi vereador por dois mandatos, pelo MDB, de 1977 a 1988. Adão Miguel Nogueira é, com toda certeza, o mais talentoso locutor Sertanejo da nossa região.